Café

Café

sábado, 27 de setembro de 2014

Respondendo a um e-mail ...

Madame recebeu o e-mail de um mocinho “N”, de São Paulo (mas não me disse a cidade)  com um assunto super delicado. Pensei mil vezes se respondia por aqui no Blog ou se respondia via e-mail mesmo .... enfim .
O mocinho “N” escreveu na quarta-feira contando 3 coisas que não gosta em sua namorada e pediu que a Madame comentasse. Parece missão impossível, mas vou tentar ...
1-      “N” não gosta das frescuragens de sua namorada, acha que ela gasta demais com cremes que não servem para nada.
Dizer que um creme não serve para nada chega a ser uma maldade.
Sim, ele serve !
E muito.
Não vivo sem os meus. Tenho creme para a pele do rosto, um específico para o contorno dos olhos (alô olheiras ... Aquele abraço !), um específico para mãos, cotovelos e joelhos e, (ufa!) um para o restante do corpo. Amo meus cremes e não acho que nenhum deles seja frescuragem ! kkkk
Mas acho que sua maior crítica talvez seja o valor gasto com eles, acertei ?
Bem, não preciso pensar muito para te responder ... todo mundo sabe desde o Egito Antigo quando José interpretou o sonho do Faraó sobre as vacas magras e as vacas gordas, né ?
Há tempos de vacas gordas onde tudo é um espetáculo ... você compra sem pensar um Lancôme de 400 reais e sacode os ombros dizendo “é para isso que eu trabalho!”. Mas, se vc estiver planejando trocar a cama por uma melhor, achará perfeitamente conveniente comprar um Nívea Q10, um Chronos da Natura, um Active do Boticário ou um Reniew da Avon por 50 pratas ! Farão, claro, o mesmo efeito. São todos cremes antiidade.
Cremes servem sim, não se iluda achando o contrário.
Madame já comprou um Lancôme, mas hoje voltou ao Q10 da Nívea.
Voltei ao Nívea por que acho frescura ? Not !
Voltei ao Nívea por que o Lancôme não presta ? Pelamordedeus, not !
Voltei ao Nívea porque preciso da economia ....
Mocinhas que gostam de cremes continuarão usando cremes.
O que muda é a marca X preço.
O que muda é o quanto se pode pagar por ele.
Não é frescuragem, é cuidado consigo mesma.
Entenda isso e metade do seu aborrecimento estará resolvido, ok ?
2-      “N” odeia que sua namorada se atrase ...
      Atrasos são casos seríssimos, né ?
Mas ... e se ela se atrasa justamente por um imprevisto ? É preciso considerar que eles realmente acontecem, tá ?
Só há uma coisa capaz de exterminar atrasos femininos fora do contexto “imprevisto” e esta coisa chama-se planejamento.
Mocinhas podem planejar que roupa/sapato/bolsa/maquiagem/penteado usarão em uma determinada ocasião. Deixando tudo previamente organizado não há justificativas para atrasos que sejam convincentes. Tenha em mente que planejar é uma tarefa que requer exercício e uma enorme dose de boa vontade. Se não houver predisposição para se melhorar neste sentindo, você morrerá falando/se aborrecendo e não dará em absolutamente nada.
Diga a mocinha sem fazer muitas voltas a verdade. Diga que os atrasos dela te aborrecem e ofereça de contrapartida algumas estratégias para ajuda-la a se organizar mais. Dê chance para que ela aprenda e melhore.
Quando isto estiver ok outros planejamentos mais complexos poderão surgir conjuntamente.
Vocês poderão planejar a compra de uma TV nova ou de um pacote de viagem daqueles que fazem qualquer pessoa suspirar de alegria.
A vida ensinou a Madame que nada planejado sai caro demais.
Ano passado planejei comprar uma TV com a restituição do Imposto de Renda. Na semana que o dinheiro foi depositado na minha conta procurei a melhor oferta  e comprei a vista.
Madame não costuma se atrasar para alguns eventos, mas insisto em dizer ... isso é um exercício que pode ou não dar certo. Quem não quer aprender mesmo, não aprenderá.  E aí, “N” não tem jeito, me desculpe.  Acostume-se com a idéia se não quiser se aborrecer com isso pra vida toda, ok ?
3-      “N” não entende porque ela insiste em querer preliminares
De tudo o que você não gosta em sua namorada, Madame considerou esta a mais absurda. O assunto sexo é tão delicado e pessoal que prefiro não trazê-lo ao Blog, acho chatérrimo falar de algo tão íntimo, mas para comentar todos os aspectos mencionados no seu e-mail fiquei um tempão tentando conjecturar uma comparação para que você compreenda os motivos pelos quais mocinhas como sua namorada insistem nesta tecla ... (e com razão ! )
Imagine um parque de diversões aquático.
Agora imagine que você está só de sunga e decide se jogar do maior tobogã.
Agora pense que por uma desgraça em São Paulo (onde vc mora) continue por um tempo nesta crise de falta dágua e que  este tobogã está completamente seco.
Feche os olhos e visualize o tobogã sequinho, tá ?
Se joga nesse  tobogã em 3, 2, 1 ....
Se jogou ?
Tá tudo ok ?
Tá tudo ok, mesmo ?
Aquilo que não estiver tão ok assim é exatamente do jeitinho que sua namorada sente.
Preciso comentar mais alguma coisa ?

“N” termino aqui de responder seu e-mail. A mocinha da foto é a Madame e não tenho problema algum de dizer minha idade. Tenho 38 , adoro meus cremes, sou chata com meus compromissos e gosto de nadar em parques aquáticos bacanas !

Beijocas da Madame !

Um comentário:

  1. COMO FAÇO PRA CONHECER A MADAME PESSOALMENTE ?
    NILDO

    ResponderExcluir

Comentários para Madame Sucralose